Aeroporto Internacional de Maceió: líder em sustentabilidade, segundo Anac

O Aeroporto Internacional de Maceió, sob a gestão da Aena, alcançou o primeiro lugar no ranking de Aeroportos Sustentáveis divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na Classe III. Esta categoria engloba os aeroportos que recebem até cinco milhões de passageiros anualmente. A premiação, anunciada pela Anac, destaca os investimentos realizados pela Aena e a maturidade dos processos implementados, que garantiram uma alta pontuação em quase todos os 40 critérios avaliados.

Maurício Martin de Moura, gerente de Qualidade e Meio Ambiente da Aena Brasil, destaca a importância da premiação e como ela evidencia o comprometimento do setor aéreo com a sustentabilidade ao longo dos anos. Os investimentos realizados pela Aena no Brasil foram fundamentais para esse resultado positivo.

A sustentabilidade é um princípio que orienta todas as atividades da concessionária, desde as obras estruturais até a gestão cotidiana. A reinauguração do Aeroporto de Maceió em julho de 2023 foi marcada por ampliações, renovações e melhorias em áreas operacionais, estabelecendo novos padrões de qualidade. A eficiência energética e a mitigação dos impactos ambientais foram considerações primordiais desde o início, com a adoção de energia 100% renovável, modernização da drenagem e climatização, entre outras medidas.

Os 40 critérios avaliados pela Anac abrangem aspectos como gestão de resíduos sólidos, controle de emissões atmosféricas, monitoramento de ruído, pegada de carbono e investimentos em sistemas de climatização e automação. O Aeroporto de Maceió demonstrou melhorias significativas em todos esses aspectos, incluindo a substituição de lâmpadas por LED e o aprimoramento do gerenciamento de risco da fauna.

Além dos investimentos em infraestrutura, o prêmio também reflete o amadurecimento dos processos internos da Aena em Alagoas, com a implementação de técnicas e métodos que estão sendo replicados em outros aeroportos sob sua administração no Brasil. Isso inclui a criação de manuais de Sistema de Gestão Ambiental, o fortalecimento de comissões e ações de educação ambiental para a comunidade aeroportuária e do entorno.

Esses esforços culminaram na construção do Plano Específico de Zoneamento de Ruído do Aeroporto, demonstrando o compromisso contínuo da Aena com a sustentabilidade e a qualidade operacional.

Deixe um comentário