Paulo Dantas entrega novo eixo viário da AL-220 em Campo Alegre

26
AL 220 Trecho Porto Rico
Foto: Thiago Sampaio/Agência Alagoas

O governador Paulo Dantas entregou na manhã desta segunda-feira (5/2) o novo eixo viário da rodovia AL-220, no acesso ao município de Campo Alegre, nas proximidades da Usina Porto Rico. O governador destacou que o eixo viário era um momento histórico para Alagoas, porque está localizado em uma das rodovias mais importantes do estado, que liga Maceió ao Agreste e Sertão por vias totalmente duplicadas.

“Estamos extremamente motivados e  felizes, porque estamos inaugurando um dos principais trechos da duplicação da AL-220. Uma duplicação contemporânea, pois são praticamente 290 quilômetros de rodovias, quando a gente pensa em vir de Delmiro Gouveia até Maceió por vias duplicadas”, ressaltou o governador.

Paulo Dantas anunciou que até maio de 2024 vai entregar mais um trecho duplicado da AL-220, até Batalha. “Até o fim do ano, deveremos entregar o trecho de Batalha a Olho D’Água das Flores, concluindo 50% da obra”, acentuou.

O governador acrescentou que os trechos 2, 3 e 4  já têm, cada um, aproximadamente 50% de obras executadas. “De forma que vamos ficar até o final do ano faltando entre 40% e 50% dos dois últimos trechos, e vamos concluir 100% dessa obra ainda no ano de 2025, faltando um ano para o término do nosso mandato”, assegurou o governador. Em maio, o governo  também  pretende entregar o trecho Igaci-Palmeiras dos Índios, e até o final do ano, o trecho Igaci-Arapiraca, considerada outra obra fundamental para o desenvolvimento do Agreste e do Sertão.

O investimento no novo eixo viário em Campo Alegre foi da ordem de R$ 40 milhões. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) foi responsável pela realização da obra, que teve como objetivo principal devolver o tráfego na região, que estava comprometido por uma falha geológica.

usina porto
Foto: Thiago Sampaio/Agência Alagoas

O secretário de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mozart Amaral, disse que, só para definir a melhor solução para execução da obra na AL-220, levou oito meses. “Essa obra é fruto do trabalho incansável da equipe técnica da secretaria e do Departamento de Estrada e Rodagem. Tínhamos soluções até mais caras, mas encontramos a solução mais viável economicamente para o estado, pois não podíamos pensar na principal rodovia do Estado sem esse pano de fundo na porta de entrada da AL-220”, observou Mozart. A solução encontrada incluiu a construção de duas pontes, estudos geológicos e geotécnicos, além de serviços de terraplanagem e drenagem, sinalização vertical e horizontal, entre outros.

Além disso, houve a supressão de duas curvas perigosas existentes no traçado anterior, aumentando significativamente a segurança para os condutores que trafegam na região. Antes da intervenção, ocorriam diversos acidentes nas curvas acentuadas, tornando necessário um esforço de engenharia para garantir a estrutura adequada e a fluidez do trânsito.

O diretor da Usina Porto Rico, Henrique Tenório, destacou a importância da nova alça viária para o escoamento da produção agrícola da região, e garantir mais segurança na circulação dos veículos, que era muita prejudicada na época das chuvas. “Essa obra vai trazer benefícios não só para a Usina Porto Rico, mais para o escoamento da produção de todas as empresas da região”, ressaltou Henrique.

O deputado André Silva, falando em nome da Assembleia Legislativa, disse que os deputados sempre estarão ao lado do governador para garantir recursos para obras que trazem desenvolvimento para todas regiões do Estado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui