Semed recebe visita de representante do Conselho Nacional de Educação

34

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Maceió recebeu nessa quarta-feira (20) a representante do Conselho Nacional de Educação, Suelly Menezes, para uma roda de conversa exclusiva para discutir a Política Nacional de Educação Especial. O encontro ocorreu na sede do Conselho Municipal de Educação (Comed), na Semed.

A discussão também teve o objetivo de debater sobre os desafios e estratégias para a melhoria da qualidade de ensino às crianças e adolescentes com deficiência na sala de aula, especialmente na rede de ensino de Maceió.

Além de Suelly, que ministrou a palestra, estavam presentes a secretária de Educação de Maceió, Jó Pereira, a coordenadora regional da União dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), Marly Vidinha, a presidente do Conselho Estadual de Educação, Juliana Caeht e o vice-presidente, Mário Jucá; o presidente do Comed, Juliano Brito, a coordenadora de legislação educacional, Josiane Freitas, a subsecretária de gestão pedagógica da Semed, Maria Vilma da Silva, e a coordenadora de Educação Especial da Semed, Pollyana Satírio; além de técnicos e demais coordenadores.

Para Jó Pereira, foi um privilégio participar da ocasião. Ela também pontuou alguns aspectos que a Educação de Maceió tem proporcionado aos estudantes com deficiência da rede pública municipal de ensino, que conta com 150 unidades escolares e 105 salas de recursos voltadas a atender crianças e adolescentes com deficiência.

“Temos a preocupação de fazer mais por esses estudantes, focando também em toda a estrutura da escola. A questão é voltar o olhar para essa forma de inclusão. A Pestalozzi, por exemplo, tem convênio com a Secretaria, e nós estamos querendo ampliar o número de instituições desse tipo conveniadas”, explicou, destacando a importância do Conselho para analisar todas as decisões da secretaria.

“Muitas vezes o Conselho entende de um jeito e a gestão de outro, mas o importante é a gente dialogar no sentido de construir essa dinâmica, até porque estamos em constante transformação”, concluiu Jó.

Assuntos como a importância das instituições de ensino especializadas para crianças com deficiência, a diferença entre inclusão e inserção do aluno na rede e suas especificidades, a busca incansável de uma faça o aluno se sentir pertencido, como uma forma de diminuir a evasão escolar, as etapas de inclusão dos estudantes, o apoio a professores, a relevância da constante articulação entre a secretaria e o Conselho, foram abordados no encontro.

Em sua fala, Suelly Menezes agradeceu o convite e disse que foi uma honra ter a oportunidade de conhecer os trabalhos educacionais do Município. “É uma honra encerrar a carreira como conselheira nacional tendo a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas como vocês. E cada encontro é uma aprendizagem enorme. É muito legal compartilhar as ideias, e também estarei à disposição para quaisquer desdobramentos”, afirmou Suelly.

Segundo Pollyana Satírio, a discussão com os conselhos foi muito importante no sentido de troca e construção de debates relação às políticas públicas.

“Achamos muito importante esse momento porque foi um momento de troca de conhecimento. Estamos juntos enquanto secretaria e conselhos para fazermos essa troca de informações em relação a educação especial e verificar todo o nosso andamento dos pareceres, e que de fato nossos alunos possam adentrar e permanecer em sala de aula”, destacou a coordenadora.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui