“Consegui entender e ser compreendida”, diz servidora após concluir oficina de Libras

Após um mês de capacitação, os servidores da Secretaria Municipal da Mulher, Pessoas com Deficiência, Idosos e Cidadania (Semuc) concluíram o curso básico e introdutório da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Ministrado pelo professor Mário Sobrinho, a oficina teve uma carga horária de 10 horas e contribuiu efetivamente para acolher e facilitar a compreensão entre os ouvintes e as pessoas com deficiência auditiva.

Durante as aulas, os servidores aprenderam o alfabeto, números, como interagir nas redes sociais, cumprimentos e saudações, família, expressões, dias da semana e outros conteúdos. 

Desde o início da gestão, o Prefeito JHC está empenhado na promoção de políticas públicas para Pessoas com Deficiência (PCDs). O curso além de elevar a competência dos servidores, também é uma forma de estimular a inclusão e a acessibilidade por meio da troca de experiências no ambiente de trabalho. 

Renata Melo foi uma das participantes e destaca que a formação permitiu a comunicação básica em eventos e no cotidiano, integrando-os ainda mais à sociedade. “Nos eventos já conseguimos nos comunicar, consegui entender e ser compreendida. Achei importante, porque podemos interagir e promover uma verdadeira integração, isso enriquece o ambiente social”, diz.  

Deixe um comentário