Estudantes conhecem etapas de tratamento da água em área de preservação ambiental

19

Uma turma de estudantes dos 6° anos da Escola Municipal Haroldo da Costa, localizada no Tabuleiro do Martins, participou nesta terça-feira (26) de uma ação ambiental em alusão ao Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março.

A atividade, resultado da parceria entre a Secretaria de Educação de Maceió (Semed) e a Companhia de Saneamento Básico de Alagoas (Casal), ocorreu na Área de Proteção Ambiental do Catolé (APA), no bairro Santos Dumont.

Os pequenos conheceram a extensa reserva natural, os reservatórios de água, as etapas de tratamento, as diversas espécies de animais e plantas. Acompanhados dos professores e coordenadores da escola, as crianças também seguiram uma trilha até um lago onde fica depositada grande quantidade de água sob tratamento e que também abastece cerca de 20% de Maceió e Região Metropolitana.

“Trouxemos os alunos para a estação de tratamento para mostrar a eles a importância desse recurso tão relevante e precioso nas nossas vidas. Esse assunto consta da grade curricular e as crianças estão vivenciando na prática essa parte da disciplina. A educação é muito importante para sensibilizá-los para eles terem boas práticas, não desperdiçarem água, para terem cuidado com os atos individuais e coletivos”, explicou a técnica de Educação Ambiental e Sustentabilidade da Semed, Amonny Nobre.

Houve também uma palestra com os agentes do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), que abordaram assuntos como a importância da reciclagem, da limpeza urbana, dos cuidados com a água e com os animais marinhos, as fases de tratamento da água, a distribuição para as casas, a preservação ambiental, entre outros. Além de jogos, dinâmicas e distribuição de brindes.

Os estudantes João Gabriel Braga e Ellen Karoline da Costa, ambos de 11 anos, contaram o que aprenderam com a visita. “Vi aqui a nascente, os peixes. Gostei muito de ver as nascentes. Agradeço muito pela oportunidade. Gosto da natureza e me dedico a ela, porque é como uma arte para a gente aprender. Achei muito bom. Eu aprendi sobre a água, sobre os animais e sobre o ambiente, que a gente não pode deixar a terra suja e poluída, que devemos ter mais cuidado”, disse Gabriel.

Já Ellen destacou a necessidade da humanidade proteger a natureza. “Gostei muito, porque aqui é lindo. Conheci a trilha, os reservatórios, gostei de tudo aqui. Aprendi que a gente não pode desperdiçar a água porque senão descontrola o meio ambiente e afeta a nossa existência. Se não existisse água, a gente não existiria e nem a natureza”, revelou.

Para a supervisora de sustentabilidade da Casal, Daniela Pereira, ações educativas como essa fazem com que os pequenos sejam grandes multiplicadores de conhecimento e conscientização.

“Eles se tornam multiplicadores ambientais e levam para as suas coisas informações desse patrimônio que é muito importante e necessário para a gente. Eles chegam em casa e levam isso de forma leve, e já vão para casa com outro olhar. Na hora de lavar a louça por exemplo eles já vão ter essa consciência”, disse Daniela.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui